rj inauguracao volta redonda slideBrasília – Para celebrar a inauguração da nova sede da Defensoria Pública da União (DPU) em Volta Redonda (RJ), no dia 1ª de dezembro a unidade realizou o evento Defensoria do Povo. A cerimônia teve como um dos principais objetivos fazer uma reflexão acerca do projeto “A Defensoria vai aonde o povo pobre está” e seu alcance e resultados após um ano e meio de execução. O defensor público geral-federal (DPGF), Carlos Paz, esteve presente nas comemorações.

O projeto utiliza a chamada busca ativa para conhecer de perto os problemas enfrentados pelos grupos vulneráveis localizados na região sul-fluminense que necessitam de atenção especial do Estado, notadamente caiçaras, catadores de materiais recicláveis, pessoas em situação de rua e quilombolas, entre outros. Essa aproximação cria um canal direto com as comunidades, o que possibilita à DPU construir sua atuação a partir do olhar das lideranças e membros das comunidades.

A partir dessa experiência, foram ouvidas lideranças, membros da sociedade civil e de movimentos sociais sobre o conceito de Defensoria Pública e sua missão institucional. Durante o evento, foi entregue ao DPGF documento produzido pelos representantes dos grupos vulneráveis solicitando que a eventual expansão da DPU na região considere as demandas apontadas por eles.

A cerimônia de inauguração contou com a presença de autoridades, parceiros e assistidos, além dos defensores federais titulares dos três ofícios da unidade, João Paulo Baptista Nespoli, Paulo Sergio do Nascimento da Silva e Claudio Luiz dos Santos. Participou, também, o primeiro defensor da DPU em Volta Redonda, Jose Roberto Fani Tambasco.

O evento terminou com uma apresentação de jongo – dança brasileira de origem africana – realizada pelo Centro de Referência em Estudos Afro do Sul Fluminense (CREASF), ponto de cultura assistido pela DPU em Volta Redonda.

DPU em Volta Redonda/KNM
Assessoria de Comunicação Social
Defensoria Pública da União