ac inspecao hospitalCampina Grande – Atuação da Defensoria Pública da União em Campina Grande (PB) resultou em vitória extrajudicial que garantiu a realização de tratamento para cidadã com câncer. Na terça-feira (6) o procedimento médico foi autorizado e iniciado no Hospital Napoleão Laureano, em João Pessoa (PB).

A família de V.G.F., de 48 anos, procurou a DPU em Campina Grande com o objetivo de conseguir a realização de tratamento quimioterápico intratecal no Hospital Napoleão Laureano, em João Pessoa. Inicialmente, V.G.F., que tem linfoma não-hodgkin difuso de células B, com recidiva no sistema nervoso central, fazia quimioterapia no Hospital da Fundação Assistencial da Paraíba (FAP), em Campina Grande.

Com a evolução da doença, a assistida da DPU precisou de tratamento mais específico, no qual a quimioterapia é administrada diretamente no líquido espinhal, denominado intratecal. Como o procedimento não está sendo realizado no Hospital da FAP, ela foi encaminhada para o Napoleão Laureano. Todavia, esbarrou na negativa do hospital em razão da inexistência de pactuação entre os municípios de João Pessoa e Campina Grande para realização do procedimento.

O tratamento quimioterápico intratecal era o único indicado para a paciente. Em razão disso, ela estava em casa recebendo apenas morfina para controlar a dor. O Núcleo de Saúde da unidade da DPU em Campina Grande iniciou intensa atuação para garantir a realização do tratamento de forma mais breve possível. Após diligências nas Secretarias de Saúde de Campina Grande e de João Pessoa, e também nos hospitais Napoleão Laureano e FAP, o tratamento foi autorizado e agendado para ter início na terça-feira (6).

ML/MGM
Defensoria Pública da União
Assessoria de Comunicação Social