atuacao internacionalBelo Horizonte – A Defensoria Pública da União vai participar da ação Dia Mundial dos Pobres - Mutirão de orientação jurídica e ações psicossociais para o acesso à cidadania, na próxima quinta-feira, realizado pela Arquidiocese de Belo Horizonte e Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais. O evento acontece no Parque Municipal (avenida Afonso Pena, 1377 – Centro – Belo Horizonte), das 8h às 14h, com público estimado de 500 pessoas.

O Dia Mundial dos Pobres foi instituído pelo Papa Francisco em 2017, com o tema “Não amemos com palavras, mas com obras”. Partindo desse tema, o mutirão tem como objetivo prestar orientação jurídica e defesa de assistidos em situação de sofrimento, situação de rua, miséria, marginalização, opressão, violência, torturas, privação da liberdade e da dignidade, egressos do sistema prisional, enfermidades, desemprego, tráfico de pessoas, entre outros. Além disso, durante o mutirão serão realizadas ações psicossociais, como cadastramento no Sistema Nacional de Emprego (Sine), doação de roupas, corte de cabelos, por meio da participação de empresas públicas e privadas.

Os defensores públicos federais Carolina Godoy Leite Villaça, Francisco Nogueira Machado e Fernando Queiroz de Paula, além de servidores do setor de Serviço Social e Atendimento da DPU em Minas Gerais participam da ação.

Serviço
1º Dia Mundial dos Pobres – Mutirão de orientação jurídica e ações psicossociais para o acesso à cidadania
Data: 16/11/2017 (quinta-feira)
Horário: 8 às 14h
Local: Parque Municipal (Parque Américo Renné Giannetti) – avenida Afonso Pena, 1377 – Centro – Belo Horizonte

GMF/MGM
Assessoria de Comunicação Social
Defensoria Pública da União