ba curso arquivistasSalvador – A Defensoria Pública da União (DPU) na Bahia recebeu beneficiários do Programa Corra pro Abraço, no último dia 18, para visita técnica. A ação faz parte do curso de auxiliar de arquivo realizado em parceria com a Yndexa Cursos, Centro de aperfeiçoamento profissional Grau Técnico e a ONG Plan International, com o objetivo de ajudar pessoas que estão em situação de rua ou no contexto de guerra às drogas. Durante três horas, cerca de 30 estudantes conheceram setores específicos da unidade e participaram de uma palestra.

Os alunos do curso tiveram aulas com arquivista e fizeram uma visita técnica para conhecer o funcionamento do arquivo na prática. Durante a visitação, os estudantes acompanharam todo o processo de gestão da informação do órgão, passando pelo atendimento, onde é gerado o processo, até a materialização dos arquivos nos documentos físicos e digitais. Na palestra, o defensor Vladimir Correia apresentou o papel da DPU e as áreas de atuação; explicou a diferença entre a DPU e a Defensoria Pública do Estado (DPE); a diferença entre Justiça Estadual e Federal; além de tirar dúvidas dos ouvintes.

“Eles veem que os equipamentos públicos são nossos; não tem que existir essa separação. A gente trabalha nessa questão do acesso aos direitos, à cidadania; então a principal ferramenta de trabalho é a arte e a educação pra essa inclusão produtiva. Estamos conseguindo parcerias para fazer esses cursos e dar acesso às pessoas a esses lugares que provavelmente eles não acessariam”, conta Cintia Cardoso, coordenadora de campo do “Corra Rua”.

Segundo Jorge Vieira, professor voluntário e arquivista da Defensoria, a iniciativa busca proporcionar formação técnica e possibilitar às organizações absorver esse público vulnerável como mão de obra e inseri-los no mercado de trabalho. “O curso é mais um instrumento para inserir a população em situação de rua no mercado de trabalho. Agora é necessário que haja a chance para que eles possam provar que podem se reinserir. O direito ao trabalho se concretiza quando há oportunidade para exercer”, destaca Vieira.

O Programa

O Corra pro Abraço é uma iniciativa do Governo do Estado da Bahia em parceria com a Secretaria da Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS). O Programa acolhe pessoas vulneráveis e trabalha em três subdivisões: Corra pro Abraço Rua, Juventude e no Núcleo de Prisão em Flagrante do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ/BA), com o objetivo de aproximar essa população dos serviços e programas governamentais.

Os beneficiários contam com uma equipe de assistentes sociais, psicólogos, educadores jurídicos, educomunicadores, arte-educadores, educadores físicos e cientistas sociais. O programa oferece uma alternativa de redução de danos para as pessoas que têm como meta a abstinência do uso de drogas, além de promover ações de acesso a ambientes culturais, rodas de arte e educação no campo, saídas culturais e atividades voltadas para o serviço público, principalmente nas áreas de saúde, assistência social, educação e justiça. Atualmente, há unidades em Salvador, Lauro de Freitas e Feira de Santana.

LGA/KNM
Assessoria de Comunicação Social
Defensoria Pública da União